prisionais01636392699293757515
Área territorial alargada do tribunal de execução de penas de Lisboa

Estabelecimento Prisional de Sintra

Conheça os contactos e a localização da prisão de Sintra.

Pode contactar o Estabelecimento Prisional de Sintra

por telefone

  • (+351) 219 119 700 

por fax

  •  (+351) 219 234 338

por email, através do formulário


Horário de visitas

Parlatório n.º 1 - Regime fechado

  • Sábados, domingos e feriados
    • das 09h15 às 10h15
    • das 10h30 às 11h30
    • das 14h30 às 15h30
    • das 15h45 às 16h45

Parlatório n.º 2 - Regime aberto

  • Sábados
    • das 14h30 às 15h30
    • das 15h45 às 16h45
  • Domingos e feriados
    • das 09h30 às 11h30
    • das 14h00 às 16h30

Localização

Morada

  •  Quinta do Bom Despacho
    2714-515 Sintra 

Mapa


Características

Em execução da lei de 20 de julho de 1912 e com o fim de "recolher os vadios dos 16 aos 60 anos de idade e de tentar a sua regeneração pelo trabalho", foi criada a Colónia Penal de Sintra, hoje, Estabelecimento Prisional de Sintra.

Funcionando, inicialmente, como colónia agrícola, o Estabelecimento mantém ainda hoje essa tradição ocupando, em média, cinquenta reclusos no cultivo de produtos hortícolas (batata, cebola, cenoura, alface, couve, alho francês, feijão verde), pasto para os animais (ovelhas e cabras) e silvicultura (limpeza da floresta e comercialização de lenha).

Dada a origem predominantemente urbana da população prisional (reclusos condenados da área da Grande Lisboa), o estabelecimento dispõe ainda de diversas oficinas de trabalho (carpintaria, serralharia, mecânica-auto). Existem áreas distintas de alojamento: uma zona para os reclusos em regime fechado, com duas alas (A e B) e uma zona com três pavilhões autónomos para os reclusos em Regime Aberto Voltado para o Interior (RAVI) e em Regime Aberto Voltado para o Exterior (RAVE). As duas Alas (A e B) foram objeto de profundas remodelações, designadamente a instalação de equipamento sanitário em todas as celas, o que permitiu a melhoria das condições de habitabilidade. Nos pátios de recreio das duas Alas foram construídos recintos para a prática de múltiplas atividades desportivas (voleibol, basquetebol e futebol). O 1.º Piso do 1.º Pavilhão da Ala B foi adaptado para implementação de um projeto de Intervenção na Toxicodependência em Sintra (PITS), encontrando-se em funcionamento desde janeiro de 2005.


Ocupação Laboral

  • Setor Agro-pecuário: 
    Horticultura, Silvicultura, Jardinagem, Pecuária (criação de ovelhas, cabras).
  • Setor Oficinal: 
    Carpintaria, Serralharia Civil, Mecânica-Auto, Estofos.
  • Outras Áreas: 
    Manutenção e limpeza
    Cinotecnia: criação de cães (Pastor-alemão, Labrador, Rottweiler) e hotel.

Classificação

  • Classificação de segurança: alta
Grau de complexidade de gestão: elevado.
Information updated on 07 November 2018 10:41