Ir para Conteúdo principal
justica.gov.pt

Notícias

Roteiro para a Justiça visita PJ em Braga e registos no Porto

As instalações da Polícia Judiciária em Braga e os serviços do Registo Civil, Registo Automóvel e Identificação Civil, no Porto, são os mais recentes locais a receber o Roteiro para a Justiça.
06 jun 2022, 18:16
Ministra da Justiça na visita à PJ de Braga | Créditos: Rui Magalhães, PJ
Ministra da Justiça na visita à PJ de Braga | Créditos: Rui Magalhães, PJ

A Ministra da Justiça, Catarina Sarmento e Castro, e o Secretário de Estado da Justiça, Pedro Ferrão Tavares, visitaram esta segunda-feira, 6 de junho, as instalações da Polícia Judiciária em Braga e os serviços do Registo Civil, Registo Automóvel e Identificação Civil, no Porto.

A deslocação integra o Roteiro para a Justiça iniciado em maio passado, que contempla um conjunto de visitas da equipa governativa a vários equipamentos da Justiça, com o objetivo de contactar com os trabalhadores, fazer o levantamento das principais necessidades dos serviços, identificar oportunidades de melhoria e prioridades de ação.

“Esta viagem pelo país tem o objetivo de observar as condições em que trabalham as pessoas, estar com elas e perceber aquilo de que precisam. Porque as pessoas são a nossa razão de ser”, referiu a Ministra da Justiça na visita às instalações da Polícia Judiciária em Braga.

Queremos apurar as condições em que trabalham e fazer uma análise desses processos para podermos melhorar”, reforçou Catarina Sarmento e Castro.

Na visita aos serviços de registo no Porto, a Ministra destacou o tema da transformação digital, sublinhando a importância da transformação dos procedimentos “para que o digital seja realmente uma mais valia e, através dele, possamos encontrar uma forma mais ágil de chegar aos cidadãos, colmatando as suas necessidades”.

Para compreender as transformações que se exigem é necessário, como reforçou a Ministra da Justiça, contar com a ajuda de quem trabalha no terreno. “Mexer nos procedimentos é absolutamente fulcral e isto só se faz com a ajuda das pessoas que, todos os dias, operam com estas matérias”.

Recorde-se que o Roteiro para a Justiça tem como mote “a Justiça ao serviço das pessoas e das empresas” e visa impulsionar o trabalho colaborativo entre a área governativa da Justiça e os serviços que se encontram na primeira linha de resposta às necessidades dos cidadãos e das empresas.

A informação recolhida no terreno, tal como as reuniões já iniciadas com os representantes dos agentes da justiça, vão contribuir para a construção uma visão participada e integrada do sistema que servirá de base a um novo ciclo de transformações, focado na melhoria do ambiente económico nacional e no fortalecimento da confiança dos cidadãos na Justiça.

Ministério da Justiça