automovel01636355334888026182
Serviços

Pedir e consultar certidão permanente automóvel

A certidão permanente de registo automóvel permite aceder a todas as informações sobre a situação jurídica dos veículos matriculados em Portugal.

Automóvel

Pode pedir ou consultar a certidão do registo automóvel através da internet. Esta certidão chama-se permanente, porque os seus dados estão online e sempre atualizados.

A certidão contém dados atualizados em tempo real sobre a propriedade de um veículo, como a identificação do automóvel e do seu proprietário e os encargos que existam sobre o veículo.

A certidão permanente do registo automóvel é válida por seis meses.

Quem pode pedir ou consultar

A certidão do registo automóvel pode ser pedida ou consultada por qualquer pessoa ou empresa.


Como pedir

A forma mais fácil de pedir e consultar uma certidão do registo automóvel é através da internet. A certidão automóvel em formato digital está sempre online e disponível, e chama-se certidão permanente. 

A certidão do registo automóvel é emitida logo depois da confirmação do pagamento e é válida por seis meses. Pode ser consultada as vezes que quiser.

Para pedir a certidão, vai precisar de indicar:
  • o nome da pessoa ou da empresa que pede a certidão
  • a matrícula do veículo registado.

Como consultar

Pode consultar a certidão permanente automóvel sempre que quiser, durante os seis meses em que é válida. Para isso, aceda à área de consulta de certidões do site Automóvel Online e introduza o código de acesso. Este código é entregue a quem faz o pedido da certidão.


Quanto custa

Pedir

 O custo da certidão varia em função da forma como o documento for pedido.

Tipo de pedido Custo
Online 10€
Presencialmente 17€


Consultar

Quando se tem o código de acesso à certidão, a consulta é gratuita. Para ter o código, é preciso fazer o pedido da certidão. 


Onde pedir e consultar

 A certidão permanente do registo automóvel pode ser pedida ou consultada através da internet, no site Automóvel Online.

Informação atualizada a 06 outubro 2017 15:05